quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Bagunça na Pracinha.



Queridas, desculpem a demora nas postagens mas o Davi teve estomatite e acabamos passando a semana inteira exclusivamente para recuperação dele, que por sinal não foi muito simples. 

Mas vamos a nossa pequena história, hoje vou falar da maneira diferente de comportamentos tanto infantil quanto adulto e como isso as vezes influencia no comportamento dos nossos filhos/netos.

Hoje eu me lembrei de mais uma história da pracinha, onde eu cheguei empurrando o carrinho do Davi carregado de compras, na areia, ou seja, bem mais difícil empurrar o carrinho leve imagina cheio de sacolas, brinquedos e o dono do carrinho. Nós entramos e lá fui eu fechando os dois portões que dão acesso à rua, pois num pinote só ele já está na avenida que é super movimentada. E mesmo que não seja o Davi pode sempre ser outra criança que saia correndo pelos portões e se machuque.

Ele brincou e escorreu por aí e não demorou muito chegou um pai de uns quarenta e pouco anos, assim como eu, com seus filhos, os meninos levaram bola e começaram a chutar uns para os outros, sendo que ali não é lugar para futebol, é um parquinho circular pequeno, onde tem espaço para poucos brinquedos como dois escorregadores, duas gangorras e três balanços, mas nos espaços entre um e outro eles chutavam a bola sem parar, o menor deveria ter uns 4 anos e o mais velho por volta dos 9/10 anos. É lógico que apesar de saber que não era pra fazer isso, logo o Davi se animou para jogar com eles, mas não dava conta por ser muito menor que outros. 

Eram crianças levadas, mas nada fora do normal e o pai gritava com um e com outro, e achei ele muito ríspido, afinal eram só crianças,e as crianças são assim mesmo e sempre imitam o comportamento dos adultos. Aí além de ficar gritando, ele do nada se levantou e falou pra eu dar uma olhadinha neles porque ele ia  até o mercado e logo estaria de volta. Concordei mas estranhei, afinal ele nunca havia me visto na vida e deixar quatro crianças aos meus cuidados era muita falta de noção, mas enfim tudo bem.

Mal o homem virou as costas e aqueles quatro anjos pegaram fogo kkkk, aliás os cinco, por que o Davi se animou também e o pior é que eles gritavam e xingavam uns aos outros, chutavam a bola para fora do cercado do parquinho, abriam o portão e saíam correndo, mesmo quando eu chamava a atenção por que segundo eles " o pai deixava" e o Davi vendo tudo aquilo queria ir também. Aquele lugar tranquilo havia virado "a creche do papai", e eu já não sabia mais se segurava o Davi ou se corria atrás dos anjos, pois eu não podia largar as minhas coisas no carrinho sozinho, eu queria muito chamar a super Nani.

O Pai demorou por volta de 30min ou mais, eu o avistei vindo de longe com 02 sacolas vindo do mercado e eu logo coloquei o Davi no carrinho, recolhi os brinquedos dele, e fui logo me despedindo, vai que aquele homem resolvesse comprar mais alguma coisa kkkkk.

Cheguei em casa esbaforida para fazer o almoço,dar banho no Davi, e me senti no céu escutando o barulho só de uma criança. Cheguei a conclusão que as professoras sofrem, não é fácil cuidar de várias crianças e muito menos com a educação muito diferente do que estamos habituados. Mas notei muito a influência que a má educação em outras crianças também influenciam as nossas, é lógico que o comportamento daquele pai também mostrou muito o porque daquelas crianças serem assim, afinal quem deixa 4 filhos com uma completa estranha e saí tranquilamente para fazer compras,? na minha opinião o mundo está perdido kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Bom queridas, esse foi só mais um meus "causos" na pracinha, por aqui sempre me acontecem coisas assustadoras ( cuidar de 5 crianças rsrsr), emocionantes, novas e muito legais. Não percam a próxima, e vocês teriam ficado com as crianças? Teriam deixado as suas crianças? Como seu filho se comporta junto com crianças assim?


25 comentários:

  1. gente que doideira amiga eu simulei tudo na minha cabeça. engraçdo mas ao mesmo tempo pra quem viveu no caso vc foi estressante né...
    eu nao deixaria minhas filhas com estranhos so se eu conhecer e olhe lá,
    esse pai e doido mesmo e as professoras tadinhas elas merecem ganhar mais..
    adorei a historia e seu blog bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada kkkkkkkkkkk vó também sofre kkk,babá de um tudo bem,mas cinco kkk foi de enlouquecer

      Excluir
  2. kkkkkkkkkkkkkkkk
    imagina tem cada pai que só Deus
    como deixa os filhos e vai fazer compras
    com alguém que nunca viu
    só por que tem uma criança junto
    o mundo tá mesmo perdido amiga
    kkkkkk
    e realmente influência
    uma criança com outras até mesmo com adultos
    não irei perder o próximo
    espero que o Davi esteja melhor
    bjs

    Ser Mamãe Pela Segunda Vez
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada amiga o Davi está ótimo graças á Deus,com ele bom dá-lhe pracinha ,ele adora e eu as vezes me divirto kkkkk

      Excluir
  3. Que pai hein amiga
    Eu sou tão cuidados com meus filhos, pergunto tudo, sobre o tio da perua, professores e tudo mais
    Nunca deixaria um filho meu com um estranho,
    Mais que foi engraçado foi.
    Bjs
    http://soumaedecinco.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. se eu enxergar aquele pai de novo,eu mudo o caminho kkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Nossa, que cara maluco. Eu não teria ficado, muita responsabilidade, e se acontecesse alguma coisa com as crianças? A culpa seria De quem tava olhando.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na hora eu nem consegui dizer não kkkkk da próxima vez vou fingir que sou surda kkkk

      Excluir
  5. Nossa, que cara maluco. Eu não teria ficado, muita responsabilidade, e se acontecesse alguma coisa com as crianças? A culpa seria De quem tava olhando.
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Por isso, que eu morro de medo de deixar o Murillo sozinho com qualquer pessoa independente de pai ou qualquer coisa. Tem doido para tudo nesse mundo né?
    Jesus!
    Beijos Cá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a gente deixa com o pai ,mas toda hora fica ligando kkkkkkkkkkkkkk só pra garantir

      Excluir
  7. Que loucura, pai totalmente sem noção. Que perigo!
    E crianças são assim mesmo é só juntar que dá bagunça! E apreddem tudo que não é bom com uma facilidade né!
    Bjos
    Tatty Nunes - Mãe de Primeira Viagem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a mãe ja devia ta maluca e deixou com ele que era pior kkkk

      Excluir
  8. Eu jamais deixaria afff
    Tem cada um que nos deixa passado
    bju
    Estou Crescendo

    ResponderExcluir
  9. Respostas
    1. mas é a pura verdade,mãe é outra coisa,outro cuidado

      Excluir
  10. Nossa, kkkk, pai é demais! seguindo aqui primeira vez, aguado sua visita! bjo
    www.vivaverdevivabem.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Muito sem noção esse pai.
    Quando vou na pracinha com meus sobrinhos tomo conta deles e quando aparece um engraçadinhos pedindo pra olhar os deles. Digo que não.
    Bju

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu não tive nem tempo kkkk ele foi falando e saindo rapidinho kkkkkkkkkkk

      Excluir
  12. Nossa que Pai alienado, Nunca deixaria com ninguém que não conheça, ainda mais nunca ter visto na vida.
    O pior é ele ir no mercado, e demorar. E não olharia não, diria que já estava indo embora,porque se acontecesse qualquer coisa iriam dizer que a culpa é de quem tava olhando. Que mundo que estamos vivendo... Bjs
    Vivi e Isaac

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o pior é que ele gritava com eles o tempo todo xingando aquelas crianças,eu imagino em casa aff

      Excluir
  13. Na primeira reação Neide, pode ser que eu aceitasse para não fazer desfeita, mas lendo agora o episódio o melhor é não aceitar mesmo. Se uma criança dessa machucasse o que você iria fazer. E como tomar conta do Davi de modo eficiente se tinham mais 4 Alguma emergência poderia acontecer e vc ter que sair rapidamente, quem iria tomar conta deles.

    Total falta de responsabilidade. Nunca deixaria minha filha com um estranho. Por isso acontecem tragédias e ainda perguntam pq. Santa inocência ou displicência mesmo.

    Claro, as crianças fazem tudo o que os adultos fazem. E copiam também de outras crianças o mal comportamento.

    O melhor mesmo é ser sincero e falar: - desculpe Senhor, mas sendo sincera, não dou conta de olhar a todos. Ficasse com raiva pra lá. Já que foi tão cara de pau, que importância teria não é?

    Beijos. Adorei a história!

    Teresinha Nolasco
    Bolhinhas de Sabão para Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faltou um monte de interrogação no primeiro parágrafo, mas foram todas perguntas..rs

      Excluir
  14. Que pai sem noção, e se vc fosse um sequestradora ? coisa e tal ?! e aonde ta a mãe dessas crianças?
    Nossa nem em sonho meu marido faria uma coisa dessa, fiquei totalmente em choque com isso, ainda mais nos dias de hoje, e disso eu não tenho duvidas, o comportamento influencia sim nas crianças.
    Bjinhos

    mamaenathan.blogspot.com

    ResponderExcluir